Atividades Pastorais
< Voltar
Dom Armando comenta sobre a Semana Santa na Diocese de Bacabal
Publicada em 03/04/2020 às 17:45:32

Eis que se aproxima a Semana Santa, tempo em que vivemos o mistério mais importante da nossa fé, a Páscoa de Cristo, nosso Salvador. Com ela vem surgindo também os anseios que cada um de nós carregamos em nosso coração, o de vivermos bem cada momento deste tempo tão especial para todos nós cristãos. Mas em tempos de Coronavírus, tempo de distanciamento social, como vivermos de forma plena o tempo da Semana Santa?

 

Dom Armando Martín Gutiérrez, Bispo da Diocese de Bacabal – MA, vem ao encontro do povo de Deus em vídeo publicado nas mídias sociais da Diocese, dar orientações valorosas e faz pedidos especiais neste tempo singular.

 

“Todos estamos conscientes de que será uma Semana Santa diferente, a causa é esta situação tão grave em que estamos vivendo. Por isso eu convido você a viver essa Semana Santa de um modo especial. Sobretudo queria que vocês colocassem em prática durante essa semana duas atitudes: a primeira atitude: um amor concreto, efetivo para com o próximo e, a segunda atitude: uma fé pessoal decidida.” Disse Dom Armando.

 

Nesta primeira atitude de amor concreto, efetivo para com o próximo, o Bispo de Bacabal aponta que os gestos mais visíveis neste tempo são aqueles que já conhecemos das orientações dadas pelas autoridades sanitárias e a comunidade científica: o distanciamento social como a melhor proposta para se combater o Covid-19. Os países que estão vivendo de forma dramática esta pandemia têm testemunhado que essa orientação pode dificultar drasticamente a propagação da doença e salvar vidas. Dom armando afirma que “o distanciamento social não é apenas um ‘ficar confinado em casa’, mas significa proteger-se para proteger melhor os outros, sobretudo as pessoas mais vulneráveis, as pessoas idosas, as pessoas mais frágeis de saúde. Podemos até não termos os sintomas da doença, mas arriscamos sempre de sermos os transmissores para os outros.”

 

Dom armando diz ainda que em “um olhar cristão, essa situação da pandemia nos oferece uma oportunidade estupenda e concreta de vivermos a Campanha da Fraternidade, de sermos bons samaritanos tendo compaixão e cuidado da vida dos nossos irmãos e nossas irmãs. Hoje, somente a distância é o sinal de cuidado, de carinho, de amor cristão”. Dom Armando também aponta caminhos para demonstrar afeto e proximidade entre os irmãos, diante do desafio do isolamento, um telefonema, interações positivas através das redes sociais, são gestos que podem diminuir distâncias e também testemunhar solidariedade com as pessoas que ficaram sozinhas, como o problema dos alagados na Diocese de Bacabal e reitera que “com o distanciamento social, podemos salvar vidas, também das pessoas queridas”.

 

Sabemos, portanto, que a CNBB, os bispos do Brasil e todos os bispos do Maranhão estão em coerência com essa atitude do distanciamento social (a atitude do amor concreto). Por isso, normas estão sendo colocadas para que os ritos da Semana Santa sejam feitos sem a presença dos fiéis evitando-se qualquer tipo de Celebração que possa aglomerar pessoas. Em seu vídeo, Dom Armando demonstra consciência de ser sim um sacrifício para todos nós, tanto do clero quanto dos fieis leigos, pelo fato de não podermos celebrar as belas liturgias dessa semana como o lava-pés, a Vigília Pascal, a procissão de Domingo de Ramos, a Procissão do Encontro, o Fogaréu, mas é um “sacrifício que devemos fazer com carinho por respeito aos outros e para cuidar da vida, da saúde de nosso próximo. Certamente será um sacrifício que nos ajudará a crescer em humanidade e amor cristão”, afirmou dom Armando.

 

A segunda atitude pedida por Dom Armando é a uma fé pessoal ou familiar decidida. Ele explica que essa atitude nos é requisitada e a nossa fé será provada, pois “não vamos poder participar das liturgias, das celebrações, nem frequentar as paróquias, as nossas comunidades, os eventos comunitários como estamos acostumados. Se quisermos aproveitar bem esse tempo de Graça e reavivarmos em nós o amor a Jesus Cristo, acompanhando tudo que Ele viveu estes dias, vamos ter que assumir a iniciativa própria e organizar o nosso tempo em casa para vivenciarmos a nossa fé e priorizar os momentos de oração”.

 

Ele orienta ainda que todos nós procuremos estar informados dos canais e meios digitais que transmitem as liturgias e celebrações e seus respectivos horários. Preparar em casa o ambiente e convocar os membros da família para participarmos juntos este tempo.

 

“Essa semana santa vai ser um teste para verificarmos a importância e o valor que Deus tem em minha vida, na nossa vida. Tudo vai depender do seu interesse em seu empenho de celebrar a sua fé em Cristo. Vai ser uma semana santa diferente, os padres estão fazendo o possível para que não faltem os meios e o modo para que cada fiel cristão possa celebrar na sua vida a Páscoa de Cristo o nosso Salvador. Então cada um de nós façamos também a nossa parte, de manifestar que a nossa fé não seja somente uma tradição, mas uma expressão de nosso amor pessoal por Jesus Cristo”, afirmou Dom Armando.

 

Um outro pedido ainda nos foi apresentado, os Bispos do Maranhão estão assumindo uma iniciativa da qual nos é solicitado o compromisso de na Sexta-feira Santa às 18h, rezarmos o “terço em nossa casa, em família e como sinal de esperança e fé na vitória de Cristo ressuscitado que derramou seu sangue para nos salvar de todo mal, coloquemos uma vela acessa na porta ou na janela de casa”, nos pediu assim Dom Armando.

 

O Bispo da diocese de Bacabal citou Dom Hélder Câmera: “Quanto mais escura for a noite, mais clara será a madrugada” e por fim, Dom Armando encerrou com essas palavras: “Que as vossas vidas sejam iluminadas e alimentadas pela luz pascal do Cristo Senhor, nosso salvador. Que ele dissipe todo nosso medo e toda escuridão. A minha benção é para você, para sua família, para que vocês possam ter uma santa semana e uma feliz Páscoa.” E se despediu dando sua benção.

Clique no link para acompanhar o vídeo do Bispo Diocesano www.youtube.com/watch

Contribuição: Rogério Ouja (Provícia Franciscana MAPI)

Compartilhe Compartilhe:
Imprimir: Dom Armando comenta sobre a Semana Santa na Diocese de Bacabal Voltar Ir para o Topo RSS
DIOCESE DE BACABAL
Rua Teixeira Mendes Nº 45
(99) 3621-1280
Bacabal - MA
Mariano Leite - Web Designer e Programador PHP e MySql Lourival Albuquerque Silva
BUSCA NO SITE
REDES SOCIAIS
Redes Sociais Diocese de Bacabal no Facebook Diocese de Bacabal no Twitter Diocese de Bacabal no Google Plus Diocese de Bacabal no Youtube